No 4º trimestre de 2021, os preços das casas,medidos pelo House Price Index – HPI (que mede as mudanças de preços de todosos imóveis residenciais recém-construídos e velhos comprados pelas famílias,independentemente de seu uso final e de seus donos anteriores) aumentaram, segundo a Eurostat, 9.4% na zona euro e 10% na UE em comparação ao 4º trimestre de 2020. Este é omaior aumento anual para a zona euro desde 2005; para a UE, desde o 4ºtrimestre de 2006. No 3º trimestre de 2021 (em comparação ao 3º trimestre de2020), os preços das casas aumentaram 8.8% na zona euro e 9.3% (dadoatualizado) na UE.


Em comparação ao 3º trimestre de 2021, ospreços das aumentaram 1.9% na zona euro e 2.1% na UE no 4º trimestre de 2021.


Figura 1 – Preços dos Imóveis Residenciais -Alteração Anual em % (2010-2021)


Zona Euro (Linha Vermelha); UE (Linha Azul).

Fonte: Eurostat.


Dentre os membros da UE para os quais existemdados disponíveis, 15 apresentaram um aumento anual dos preços das casas no 4ºtrimestre de 2021 superior a 10%. Os preços caíram apenas em Chipre (-5.3%). Osmaiores aumentos foram registados na República Checa (+25.8%), Estónia (+20.4%)e Lituânia (+19.8%).


Em comparação ao trimestre anterior,registaram-se diminuições apenas na Dinamarca (-4.3%) e em Chipre (-3.1%),mantendo-se estáveis na Finlândia. Os maiores aumentos foram registados naEstônia (+6.6%), República Checa (+5.7%) e Lituânia (+4.7%).


Em Portugal, houve um aumento de 2.7% emrelação ao 3º trimestre de 2021 e um aumento de 11.6% em relação ao 4ºtrimestre de 2020.


Figura 2 – Alterações Trimestrais e Anuais dosPreços dos Imóveis Residenciais


Coluna da Esquerda (Alteração em Comparação aoTrimestre Anterior); Coluna da Direita (Alteração em Comparação ao MesmoTrimestre do Ano Anterior); Q1 (1º Trimestre); Q2 (2º Trimestre); Q3 (3ºTrimestre); Q4 (4º Trimestre); : (Dados Não Disponíveis).

Nota: Os três últimos (Islândia, Noruega eSuíça) não fazem parte da UE.

Fonte: Eurostat.


Como explicamos aqui a expansão da base monetária feita pelosgovernos através dos bancos centrais tende a provocar aumentos dos preços deativos financeiros e imobiliários. Portanto, os preços das casas na zona euroaumentam, em grande parte, devido à política monetária expansionista do BancoCentral Europeu (BCE).



André Marques