A demanda de ouro na China (a maiorconsumidora de ouro do mundo) recuperou-se em 2021, com um aumento anual de 56%. E o World Gold Council (WGC) afirma que ademanda chinesa por ouro provavelmente permanecerá forte em 2022, apesar de uma possível desaceleração no crescimento económico da China.


O consumo de ouro na China aumentou em 2021,em comparação a 2020. A demanda por joias de ouro atingiu 675 toneladas, umaumento anual de 63% e 6% acima de 2019, impulsionado pela recuperação económicae uma retração do preço do ouro em relação ao recorde de 2020. Já a demanda porbarras e moedas foi de 284 toneladas em 2021, 44% superior a 2020 e 35%superior a 2019.


As retiradas de ouro da Shanghai Gold Exchange(SGE) – o que é considerado um proxy da demanda física pelos grossistas de ouroda China – sofreram um aumento anual de 45% em 2021, atingindo 1746 toneladas.


Figura 1 – Consumo de Ouro e Média do Prémio


Consumo de Ouro (Barras Marrons); Média doPrémio, Com Base no Preço Mais Conservador do Ouro (Linha Verde); Toneladas(Eixo da Esquerda); Dólares Americanos por Onça de Ouro (Eixo da Direita).

Fonte: WGC.


No final de 2021, as participações em ETF’s deouro chineses eram de 75 toneladas (US$ 4 mil milhões, 28 mil milhões de yuans), umrecorde em termos de toneladas. Ao longo do ano, houve uma entrada líquida de15 toneladas (US$ 787 milhões, 5 mil milhões de yuans), apesar da fraqueza dopreço do ouro. No primeiro trimestre de 2021, as participações totais em ETF’sde ouro chineses aumentaram 12 toneladas à medida que o preço do ouro localcaiu 9%. E o segundo trimestre teve uma saída modesta de 4 toneladas à medidaque o preço do ouro se recuperava (vaja a área vermelha da figura 2). Istoindica que os investidores chineses podem ter capitalizado suas alocaçõesanteriores.


Figura 2 – Participações em ETF’s de OuroChineses


Barras AU9999 (Linha Marrom); Participações emETF’s de Ouro Chineses, com base no Preço Mais Conservador do Ouro (LinhaVerde); Yuans por Grama de Ouro (Eixo da Esquerda); Toneladas (Eixo daDireita).

Fonte: WGC.


Apesar do forte desempenho no primeirosemestre de 2021, o crescimento do PIB da China desacelerou no segundosemestre. No terceiro trimestre, o crescimento anual do PIB da China caiu para4.9% (em relação aos 7.9% no segundo trimestre). E desacelerou ainda mais noquarto trimestre com um crescimento anual de 4%.


Os desafios enfrentados pelo setor imobiliárioda China (que representou mais de 13% do PIB do país em 2019) pesaramfortemente na economia. O WGC acredita que a tendência de baixa do setorimobiliário chinês se prolongue. Veja mais informações sobre a queda do setor aqui e aqui.

  

As incertezas da pandemia continuam a ser umfator de risco para a economia chinesa. A China adotou uma política de “COVIDzero”. E os lockdowns periódicos provavelmente persistirão, potencialmentediminuindo o crescimento económico do país.


As taxas de juros na China devem permanecerbaixas em 2022. A conferência anual ‘Central Economic Work’, realizada emdezembro de 2021, estabeleceu um tom expansionista para a política monetária daChina em 2022. E o People’s Bank of China (PBoC), o banco central chinês, apóscortes nas reservas compulsórias para instituições financeiras e na taxa básicade juros Loan Prime Rate (LPR) de um ano em dezembro de 2021 e em janeiro de2022, reduziu a Medium LendingFacility Rate em janeiro de 2022.


O WGC também afirma que existe a possibilidadede que o yuan enfraqueça em 2022 devido a:


– Uma possível desaceleração do crescimentoeconómico da China;


– Um estreitamento do spread das taxas de juroda China e dos EUA, já que o Federal Reserve (o banco central dos EUA) podecomeçar a aumentar as taxas de juro mais cedo e mais acentuadamente do que oesperado;


– Aumento da oferta monetária na China,impulsionado pelas políticas expansionistas do PBoC.


Além disto, preocupações com a inflação podempermanecer altas. Com os custos mais altos corroendo os lucros, os retalhistasnão tiveram outra opção senão aumentar os preços de seus produtos para evitarperdas. Empresas listadas em setores como condimentos, óleo de cozinha edecoração de casa têm anunciado uma série de aumentos de preços nos últimosmeses.


Outros fatores também podem criar pressãoinflacionária em 2022, como incertezas sobre as interrupções da cadeia desuprimentos global ocorrida devido aos lockdowns e o possível início de outro ciclo de suínos quepode levar a preços mais altos da carne suína.


O WGC conclui que 2022 provavelmente será umano desafiador para a economia chinesa. Um crescimento mais lento da economiaem 2022, juntamente com a possível tendência de queda dos casamentos chineses,pode limitar o consumo de joias de ouro na China. Além disto, a combinação dapolítica “COVID zero” pode levar a lockdowns periódicos, danos económicosinesperados e restrições ao consumo de ouro.


Apesar destes contratempos, o WGC espera que ademanda por joias de ouro aumente em 2022 se o preço local do metal cair oupermanecer razoavelmente estável.


A demanda por barras e moedas de ouro pode sermaior do que o nível pré-pandemia em 2022. Embora a possibilidade de aumento dainflação possa desempenhar um papel fundamental, a fraqueza do yuan e o menorcusto de oportunidade de alocar investimentos em ouro (devido às baixas tacasde juro) também podem servir para estimular a demanda.



ATENÇÃO! As informações contidas neste artigosão de caráter exclusivamente INFORMATIVO e não devem ser consideradas comorecomendações de compra ou venda.



André Marques