Os investidoresalemães têm aumentado suas posições em ouro, como uma proteção contra as pressões inflacionárias, não só na Alemanha, masem toda a zona euro. Durante a primeira metade do ano, a demanda por moedas e barras de ouro naAlemanha atingiu o nível mais alto desde 2009 (aumentando 35% em relação aosseis meses anteriores, em comparação com um aumento de 20% no resto do mundo,de acordo com dados do World Gold Council – WGC).


A Alemanha é um dospaíses que sofreu com hiperinflação, na década de 1920. E, depois da II Guerra Mundial tornou-se um dos países menos inflacionistas daEuropa, mantendo a sua moeda (o Marco Alemão, antes de a Alemanha aderir aoeuro em 1999) fortalecida. Veja aqui como a política de moeda forte daAlemanha impedia diversos outros países da Europa de serem mais inflacionistas do quejá eram. Os alemães têm mais consciência das consequências da inflaçãomonetária.

 

Na crise de 2008,o investimento em ouro na Alemanha aumentou significativamente e vem a crescerdesde então. O balanço do BCE (figura 1) continua a aumentar e as taxas de juro da zona euro permanecem próximas e abaixo de 0%. Veja na figura 2 as taxas de juro da zona euro (Main Refinancing Operations Rate: linha azul, Marginal Lending Facility Rate: linha vermelha, Deposit Facility Rate: linha verde). O título de dívida de 10 anos da Alemanha, por sua vez, está a render -0.38%(02/09/2021), como é possível ver na figura 3.


Figura 1 –Balanço do BCE (2008-2021)


Fonte: St. LouisFed – Elaboração Própria.


Figura 2 – Taxas de Juro da Zona Euro (2013-2021)


Fonte: St. LouisFed – Elaboração Própria.


Figura 3 – Rendimentodo Título de Dívida de 10 Anos da Alemanha (23/07/2020-02/09/2021)


Fonte: countryeconomy.com


O WGC falou porque os alemães tendem a recorrer ao ouro quando a inflação de preços aumenta:


“Os investidoresalemães têm uma consciência aguda dos efeitos da instabilidade financeira quecorroem a riqueza. A hiperinflação na década de 1920 permanece na memóriacoletiva, mas, talvez mais importante, os investidores alemães viram moedasfiduciárias irem e virem: nos últimos 100 anos, a Alemanha teve oito moedas.Não deve ser surpresa que, ao depararem-se com um cenário económico tãoperturbador, os investidores alemães voltaram-se para o ouro – que durantenossa pesquisa de campo um investidor descreveu como uma moeda duradoura – paraproteger sua riqueza.”


O investimento emouro na Alemanha aumentou ainda mais durante a pandemia. Em 2020, os alemãescompraram mais moedas e barras do metal do que em qualquer ano anterior. Em julho,a inflação de preços na Alemanha pulou para o seu maior nível em mais de umadécada (3.8%). Em agosto, atingiu 3.9%.

      

Figura 4 – Inflaçãode Preços da Alemanha (Agosto de 2017 – Agosto de 2021)


Fonte: TradingEconomics – Elaboração Própria.


De acordo com oWGC, o investimento em ouro na Alemanha deve continuar elevado pelo menosdurante o restante deste ano:


“…Embora 2020tenha estabelecido um padrão muito alto que pode ser difícil de repetir, oinvestimento alemão provavelmente permanecerá elevado pelo menos até o finaldeste ano.”



André Marques