Reservas de ouro por País

Cotação Diária da Prata em €

Cotação Diária da Ouro em €

Contacte-nos

Rua de Santo André - Centro Comercial Parque da Cidade Loja L, 2º Piso 4560 - 221 Penafiel Telefone:+351 255 214 495 Email:info@elementum.pt
Telefone: +351 255 214 495 Email: info@elementum.pt

Metais Preciosos

  • Home
  • /
  • Metais Preciosos


Resultado de imagem para barras de ouroImagem relacionadaResultado de imagem para barras de platina imagem freeImagem relacionada

 Ouro                                        Prata                                    Platina                              Palladium


Ao longo da história da humanidade, os metais preciosos provaram ser ótimos valores-refúgio de proteção do património, especialmente em épocas de crise e de instabilidade financeiras.


Enquanto que grande parte do Ouro extraído é utilizado como um bem seguro, por ser um metal com valor intrínseco associado e como moeda de troca universal, as maiores quantidades de Prata extraídas são utilizadas para consumo industrial. A indústria automóvel, tecnológica, saúde, entre outras, recorrem a este metal para a conceção dos seus produtos, além de que a Prata também é, de todos os metais, o melhor condutor de eletricidade. Possui 1300 patentes registadas e mais de 42.000 utilizações

O reputado analista financeiro e o maior especialista de Prata na Alemanha, Thorsten Schulte, afirma no seu livro "Salvaguardar o Património: Investir em Prata"  que enquanto o "ouro é guardado, a prata é consumida".

Na Elementum Portugal oferecemos-lhe a possibilidade de investir em barras e moedas em:


Que Metais?

                                       freetax            prata

Conhecida desde a pré-história, estima-se que a prata foi descoberta pouco tempo após o ouro e o cobre.

No entanto, nos últimos anos o preço da prata tem vindo a crescer de forma exponencial dada a sua crescente utilização.

Revestida por um lustre metálico branco e brilhante, é um metal de enorme ductilidade, tornando-se apropriada para a produção de joias e cunhagem de moedas.

De todos, é o metal que apresenta maiores níveis de condutibilidade térmica e eléctrica.

Por estes factores, a prata tornou-se um elemento de forte procura em muitos sectores industriais e na área da saúde.

As suas aplicações na indústria são inúmeras: baterias, catalisadores de automóveis, telemóveis, computadores, satélites, televisores, painéis solares, circuitos eletrónicos, tratamentos de purificação de água, radares. Na indústria da tecnologia, a procura da prata supera os 54%.

A indústria têxtil recorre ao uso da prata como uma das matérias-primas utilizadas na confecção dos seus produtos finais. Reconhecido como um poderoso antimicrobiano, as nano partículas de prata tornam-se eficazes quando aplicadas em camisas e lençóis.

As propriedades desinfectantes e regeneradoras tornam a prata útil no campo da saúde. Desde os raios-x, aos óculos graduados e até mesmo os pensos curativos recorrem às qualidades deste forte e precioso metal.

Com o crescente aumento da procura, não é de estranhar que a produção de prata tenha vindo a diminuir.

Uma das das principais razões pelas quais os investidores apostam na prata para os seus investimentos, deve-se à pressão que a procura pela indústria provoca sobre este metal precioso induzindo a que a sua potencial escassez conduza a aumentos de preço crescentes nos mercados internacionais e, por arrastamento, a aumentos anormalmente elevados das taxas de juro dos investimentos feitos em barras deste metal.

Razões para investir em barras de prata:

  • O valor de uma onça de prata (31,1035 gramas) era de $52.50 no dia 17 de Janeiro de 1980
  • Durante os anos 1974 e 1979, a prata era vendida entre $40 e $60, em média;
  • A produção anual de prata é 6 vezes menor que a do ouro; o uso da prata na indústria está em forte expansão (nanotecnologia, medicina, indústria de componentes eletrónicas, água e aparelhos de limpeza, energia fotovoltaica, acumuladores e baterias, etc.);
  • A relação histórica entre o ouro e a prata era de 1 para 15 unidades. Actualmente a proporção é de 1 para 60 unidades;
  • O défice de stocks de prata é coberto pela prata armazenada e pela sua reciclagem;
  • A procura da prata excedeu as provisões necessárias para 19 anos;
  • 90% da prata existente já esgotou e é pouco viável fazer a sua reciclagem;
  • Durante os anos 1933-1976, a aquisição de ouro era proibida nos EUA, ao passo que a prata nunca foi proibida;
  • 70% da prata é extraída como um co-produto da indústria mineira de cobre, zinco e chumbo;
  • Pela crescente escassez, o investimento em prata tem um potencial de crescimento superior ao do ouro.

   tax free

 Os analistas prevêem que, de acordo com os dados dos últimos anos, o preço da prata se sobreponha ao preço do ouro.

Uma vez que a oferta tem vindo a superar a procura, o investimento em prata é cada vez mais lucrativo.

Na Elementum, proporcionamos aos nossos clientes a possibilidade de adquirir prata física e armazená-la directamente na Suíça. Esta forma de armazenamento possibilita a isenção de IVA e dos custos alfandegários.

Ao adquirir barras de prata, o cliente está a poupar 23% do seu capital (o equivalente ao valor do IVA em vigor actualmente em Portugal), ou seja, está a obter uma poupança fiscal que lhe permite rentabilizar o seu investimento em metais preciosos.

Caso o cliente opte por não armazenar o seu metal connosco, pode recebê-lo com a maior comodidade na sua casa. Neste caso, a isenção de IVA deixa de ser aplicada.


                                                                                    kk

Resultado de imagem para barras de ouro

"QUEM TEM OURO, DITA AS REGRAS.”

Nos últimos anos tem-se assistido a uma valorização crescente do preço do ouro.

Portugal dispõe da 14ª maior reserva mundial de ouro.

Contudo, uma hipotética utilização das reservas do ouro não só não seriam suficientes, aos preços de hoje, para cobrir o défice orçamental, como o País estaria a esbanjar um bem de valor inestimável e de reserva de valor futuro.

Como diz o provérbio, “Quem tem ouro, dita as regras” e, de facto, perdermos o nosso ouro significaria não só perder o seu valor monetário como a componente histórica e cultural a ele associado.

O ouro é utilizado desde a pré-história. A utilização deste metal como meio de pagamento remonta a 1500 A.C. no Egipto.

De todos os metais, é o mais popular. É macio, brilhante, de cor amarelada, pesado e maleável, resistente e consistente. Fácil de moldar e trabalhar, o ouro é muito utilizado na produção de moedas, joias, entre outros artefactos.

Os investidores ao apostarem em ouro estão a prevenir as consequências que uma crise económica, política e social acarretam.

O ouro é um activo monetário muito resistente aos efeitos da inflação. E, ao contrário do papel-moeda, acções e obrigações de dívida pública ou privada, o ouro jamais perderá o seu valor intrínseco.

O seu valor resiste a qualquer período de instabilidade financeira tornando-se por isso um metal desejado pelos investidores melhor informados, para reserva de valor.

Ao longo da história, o ouro foi usado como moeda de troca e mesmo como reserva do valor da moeda dos Países para estabelecer igualdade cambial durante o período em que vigorou o sistema do “Padrão-Ouro”.

O ouro é, por todas estas razões, para muitos investidores “Um Porto Seguro”.

Tal como outras commodities, o preço do ouro depende da oferta e da procura.

Até 2003, a maior parte da oferta de ouro no mercado (cerca de 60%) provinha da extracção de minas de ouro tendo por destino mais frequente a indústria joalheira.

Desde 1979, este metal precioso experimentou elevadas taxas de crescimento atingindo um pico de 850 dólares por onça aquando da crise do petróleo originada pela revolução do Iraque.

Os especialistas prevêem um novo aumento nos preços do ouro, devido a 4 factores primordiais:

  • redução da produção;
  • aumento da procura;
  • quebra da confiança no papel-moeda;
  • inflação.

É de mencionar que o ouro numa óptica de investimento é comumente aceite como a única moeda credível. É, por estas razões, a forma ideal de investimento a longo prazo.

Curiosidades do ouro

  • Podem ser dispersos 31,1035 gramas de ouro (ou seja 1 onça troy) num papel fino transparente com uma espessura de menos de 0.000018 gramas, o que ocuparia uma área de 9.29 m²;
  • O ouro é o metal mais pesado. A sua gravidade é 19.3 vezes mais alta do que a mesma quantidade de água;
  • O ouro tem um alto nível de resistência bacteriana;
  • O Airforce One, o avião do Presidente norte-americano, tem faróis revestidos a ouro para uma melhor protecção contra misseis.
  • Os sensores utilizados em veículos, como os airbags, são banhados a ouro;
  • O ouro altamente puro reflecte quase por completo o efeito de luz infravermelha, por isso torna-se ideal para prevenir da radiação solar. Quando a Apollo 11 aterrou na Lua, os astronautas tinham os seus visores revestidos a ouro para os proteger da luz solar.


Resultado de imagem para barras de platina imagem free


A platina é um metal de cor branca-acinzentada bastante procurado em todo o mundo uma vez que é maleável, dúctil e resistente à corrosão. É utilizada como um dos vários componentes industriais e é perfeita para a criação de joias como por exemplo, anéis de noivado. A sua aplicação em joias é comum no mercado asiático onde dão preferência à platina em detrimento de outros metais preciosos.

Os índios colombianos utilizavam este metal como substituto da prata. Daí provem o nome platina (plata), que é o aumentativo de prata. A Europa começou a importar este metal no século XVII com o intuito de falsificar o ouro, uma vez que a platina é muito semelhante ao peso do ouro.

O que distingue o ouro da platina é a pureza, uma vez que a platina pode ser utilizada com uma quantidade maior de pureza (95%), ao passo que o ouro, por ser bastante macio, tem de ser misturado com outros materiais como o cobre e a prata. Por outro lado, a platina é mais rara que o ouro, tão rara que durante a 2ª Guerra Mundial, os E.U.A proibiram o seu uso, exceto para fins militares.

Por ser um metal cada vez mais raro, com uma produção anual de 200.000 onças, o seu preço tem vindo a valorizar de forma exponencial.

A Elementum oferece-lhe a hipótese de adquirir platina isenta de IVA.

Imagem relacionada

O paládio é um metal de cor branca, semelhante à platina e à prata. Quando aquecido, torna-se macio e dúctil. Tem bastantes aplicações na indústria electrónica e é frequente o seu uso na odontologia.

Na joalharia, o paládio é endurecido com uma pequena parte de metais como o ródio ou o ruténio e pode ser utilizado como descolorante do ouro, dando origem à designação de “ouro branco”.

Tanto o paládio como a platina são amplamente utilizados no fabrico de automóveis e é precisamente esta indústria o principal causador das variações no preço destes metais preciosos.

Tal como a prata e a platina, a aquisição de paládio através da Elementum, é isenta de IVA.